dizendo aqui e acolá o que não digo a ninguém, construo minha vida, e o passo é um de cada vez.
são escolhar minhas, essas de coração, de cabeça, de emoção.
e pra tudo isso há o nada, o sim e o não.
o resultado? só quando eu decidir pra onde ir.
por enquanto eu aposto todas as fichas em uma coisa só: nós.
nós que somos um, nós que somos 4.
e o vento junto ao tempo, sabem sempre levar pra longe o que não mais precisa estar perto.
o que resta é essência, é olhar, é isso aqui.
desses dias assim, quietos, onde palavras perdem-se pois já não são mais necessárias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s